A Pastoral dos MESCE é formada por fiéis leigos, cuja missão é facilitar aos celebrantes a distribuição da Sagrada Comunhão nas Igreja, nas Capelas, nos hospitais, aos doentes em casa e em outros lugares.
A pastoral foi estabelecida pelo Papa Paulo VI, no Concílio Vaticano II.
A principal missão dos MESCE é visitar e levar comunhão aos doentes. Além disso, também são suas atividades:
Auxiliar os Ministros Ordenados (Padres, Bispos, etc) nos atos litúrgicos;
Realizar a exposição do Santíssimo, quando autorizado pelo Pároco;
Promover a Celebração da Palavra, quando não houver Padre, desde que autorizado;
Assistir as Exéquias, quando solicitado pelo Pároco. Exéquias são ritos e orações para acompanhamento dos mortos e os encomendar a Deus;
Participar, anualmente, do curso de Formação Permanente, promovido pela Arquidiocese;
Exercer outras atividades pastorais e litúrgicas, a critério do Pároco, levando em conta a prioridade da Pastoral MESCE.
A Pastoral é composta por pessoas escolhidas pelo Pároco, que devem passar por uma formação inicial e, anualmente, caso tenha autorização do Pároco para renovar o mandato, deve participar de uma formação permanente obrigatória.
A sigla MESCE significa Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística. Apenas os Diáconos, Padres e Bispos são Ministros Ordinários, cada um com suas atribuições. Como o nome diz, os leigos que atuam nas atividades litúrgicas e distribuição da comunhão, são extraordinários, ou seja, são um apoio aos Ministros Ordinários, em algumas de suas atividades.
Como a missão do MESCE é desempenhada nos momentos litúrgicos e na visita aos doentes, as atividades somente podem ser executadas por pessoas autorizadas pelo Pároco.
As reuniões da Pastoral são mensais, em datas previamente acordadas.
Maiores informações podem ser obtidas com:
Mario Lincoln e Solange
Coordenadores da Pastoral dos MESCE
(61) 9.8263-9190